O Pior Cego é o Que Não Quer Ver

imagem ©Dran

Negação da Atual Realidade

Eeepaaa! Pera ai! Um cego que não quer ver? É pior que um surdo que não quer ouvir, né? Ou um mudo que não quer falar! Claro! É exatamente como está escrito, de uma forma subjetiva. Vamos explicar melhor. Primeiro, é um famoso ditado popular que sabe-se lá de onde surgiu. Provavelmente, você já deve ter ouvido falar e é, com certeza, meu ditado predileto que, claramente, indica um comportamento de defesa de pessoas que tentam negar nossa Atual Realidade. Segundo o IPE ( Instituto de Pesquisas Evolutivas ), este comportamento indica uma Negação da Realidade: “Negar é esconder de si mesmo a possibilidade de aprender com o erro e evoluir.”

Negar, na minha visão, é opor-se a si próprio, quando em momentos de estresses do qual todos nós passamos, alguns recusam-se a “ver” o que realmente acontece em nosso cotidiano. Podemos citar o exemplo do alcoólatra. Um sujeito apegado à bebida que, estressado, perdendo emprego, família, e até mesmo, a dignidade, não admite e nem quer “ver” que tem problemas com a bebida. Recusa-se a admitir seus problemas emocionais. Leia o post: Sou Alcoólatra. Não consigo parar de Beber!

Um médico canadense aborda muito bem isso na BBC News: ‘Vícios têm origem em traumas e não estamos atacando as causas do problema’

“Negar a realidade pode trazer problemas sérios para a evolução do homem.”

Notícias e Informações Falsas

Não queremos deixar de “enxergar” alguns aspectos de nosso cotidiano, como um morador de rua ou um noticiário vulgar e tendencioso de alguns programas de televisão, com violência, mortes e tragédias no mundo. Podemos, talvez, tentarmos evitar ao máximo, abrir uma canal ao nosso subconsciente e evitar certos traumas. Quem sabe?

Negação: O que fazer?

Em relação à noticiários de tragédias, violência e mortes, o que poderíamos fazer para tranquilizar estas pessoas, seria uma oração, com pensamentos altruístas para seu conforto e tranquilidade. Alguns de vocês, poderão discordar, claro, vivemos em um país “democrático”? Porém, ninguém poderá me impedir de inclui-los em minha lista de “cegos que não querem ver.”

Um dos indícios de comportamento do “cego que não quer ver ” é acreditar em notícias e argumentos falsos.

Podemos melhorar isso?

Por que não? Podemos melhorar sim. Como? Aprender a ouvir, já é um começo. Usando nossos sentidos objetivos com mais imparcialidade e tolerância, buscando sempre uma causa maior para os problemas, com profundidade e muito diálogo. Preocupar-se menos com “o que está errado” e perguntar-se mais com “o que está acontecendo”?

Causas Fundamentais

Por que, alguns de nós, recusam-se a enxergar certos fatos? Não estamos falando de formação religiosa ou política, nem de assuntos abrangentes, como educação, economia, entre outros. Estamos abordando o simples. Fatos simples que podem nos ajudar a melhorar nossa visão de mundo. Um exemplo simples: Notícia que ouço sistematicamente à anos. “Os acidentes nas estradas, causam mais de 30, 40, 50 mil mortes em nosso país.” Isto em 1 Ano! Imagine! Muitos dirão que as causas são variadas: Imprudência, bebida alcoólica, cansaço ou “a culpa é dele!” Qual é a causa fundamental do problema? Opa, alguém corajoso pode levantar a mão e dizer: É o carro! O que? O carro? O automóvel?, aquela coisa linda que tenho na garagem? Ahhh não. Meu carro é super-hiper-seguro!!! Sei…sabemos…

De acordo com a OMS, O Brasil fica atrás apenas da Índia, China, EUA e Rússia, em índice de acidentes com mortes no mundo.

Gostaríamos de estender este assunto por mais uns 50 parágrafos. Considerando que você, leitor, seja um dos “cegos que querem ver”, obviamente, já entendeu o que foi dito em relação à nossa Atual Realidade, quanto aos fatos.

Ego. O seu pior inimigo.

Eliminar ou Aniquilar?

imagem ©John Holcroft

A maior lição que um sujeito pode receber neste mundo de Deus é a aniquilação do seu EGO. Veja bem, não é a eliminação do seu Eu interior, mas sim, a lenta e gradativa aniquilação da individualidade pessoal.

Vamos entender melhor isso. Na minha visão, existe uma grande diferença entre Eliminar e Aniquilar o Ego. Aniquilar não significa que você vai virar um exterminador do futuro e exterminar o seu eu interior para sempre. Não se preocupe! 

Qual é a diferença entre Aniquilar e Eliminar?

Segundo o Dicio – Dicionário Online, Aniquilar é Fazer com que algo deixe de possuir efeito; anular e;  Eliminar é Afastar, excluir, suprimir. Percebeu a diferença? Então! Vamos sobreviver! Felizmente.

Personalidade e Individualidade Pessoal em nossa Atual Realidade.

Portanto, aniquilar nosso pior inimigo em nossa atual realidade, não significa esmagar, reprimir ou exterminar a expressão de nosso eu interior. Significa, ai sim, Esquecer teorias erradas e exageradas sobre a personalidade individual, ou, também, nossa personalidade pessoal. Resumindo, Aniquile seu Ego! Coloque ele de lado. Deixa ele no Vácuo! Conheça uma forma pratica para você começar a trabalhar nisso no post “O Homem presunçoso”.

Cuidado. Alimentar seu Ego pode ser perigoso.

Como é gostoso a gente falar de nós mesmos! de nossa individualidade, né?! Eu acho isso! É meu direito! Eu quero justiça! O meu carro, a minha vassoura, o meu cachorro!! Miiiinha casa, Meu precioooosso! Eu e Meu! Meu e Eu! Eu e Meu! O Loco Meu!! Tô Fora! Individualidade implica em separar, distinguir-se dos outros, como se nós vivêssemos num mundinho separado.

Como é possível viver separado de tudo?

Egocêntrico: ” Que se refere ao ego, ao eu; considerado como o centro do universo; egocentrado. “

A individualidade é caracterizada pelo egocentrismo, aquele que é egoísta.

A melhor forma de entender e aprender algo sobre nosso Eu Individual, acredito, é observar! Observar muito! Observe o quanto algumas pessoas estão usando o pronome Eu, de uma forma exagerada. Observe um programa ao vivo de televisão. Existem alguns apresentadores e comentaristas de tv, que aparentemente, vão se afogar nos Eus e Meus, tal é, o narcisismo exposto à publico.

Podemos melhorar isso?

Claro que sim! Pense comigo. Se você acredita em Deus, ou algo superior, independentemente de crenças religiosas, ou políticas, deve acreditar, que provavelmente, todos nós fazemos parte de um todo. De um Universo. Então, diga-me, como é possível separar-se disso? Ser um Ser individual neste contexto todo, não é uma opção. Para mim é impossível! O que afeta à um, inquestionavelmente, afeta à muitos, senão à todos.

Como reagir ao nosso Eu individual?

Existe um exercício muito simples que poderá ajuda-lo a combater a fome de elogios e tapinhas nas costas que você recebe ocasionalmente, que só alimentam o seu Ego. É muito Simples. Podemos começar a praticar já! Vamos dividi-lo em 3 partes. 1– Evitar, sempre que possível, usar o pronome Eu. 2– Pare de pensar que você tem alguma coisa. 3– Pense que todos seus sofrimentos e alegrias, são compartilhados.

1– Evitar, sempre que possível, a usar o pronome Eu.

Egocêntrico : Indivíduo cujos comportamentos, ações ou preocupações estão centradas em si mesmo, sendo indiferente aos demais.

Começamos por ai, experimente! Todas as vezes que você sentir que precisa usar o pronome EU, tente evitar! Exemplo: Eu gosto de…(qualquer coisa), você pode dizer o seguinte: Este (qualquer coisa) é Bom! Eu gosto de Tapioca! Gosto de tapioca! Esta tapioca é boa. To comendo uma agora! Outro exemplo: Eu fiz (qualquer coisa), Diga, simplesmente Fiz. Sinceramente, em quem você confiaria mais? Em alguém que chega e te diz: Eu Te Amo, Meu Amor…ou, em alguém que te interpela e diz: Te amo, amor! ahhh. Também te amo, MÔ!

2– Pare de pensar que você tem alguma coisa.

Pare de pensar nisso sô! Nós nunca possuímos e nem temos direito total e exclusivo a nada neste mundo. Nascemos pelado. Pior, nós, nem vamos escolher a roupa quando formos enterrados ou cremados! Embora esteja em suas mãos, tudo que existe no mundo pode estar a seu serviço ou emprestado à você de alguma forma, mas não te pertence! Meu preciooossssso!

É propriedade de todos nós. Ninguém, que eu saiba, até hoje, comprou nada do Criador, portanto, meu amigo ou minha amiga, conforme-se! Comece a praticar o Meu ou Minha de forma diferente. Tente! Não diga Meu filho, Minha Geladeira, Meu Hobby. Tente dizer, na medida do possível, O Filho, A geladeira, O Hobby, você, também, pode substituir por passatempo, né? Afinal vivemos na América, não? Do sul, mas vivemos. Enfim, uma coisa é certa. A pratica destas observações irão ajuda-los a aniquilar seu pior inimigo: O ego.

3– Pense que todos seus sofrimentos e alegrias, são compartilhados.

Pare para pensar 1 minuto. Parou? Por quanto perrengue já passamos, né? Percalços e Alegrias muitas também! Parece um filme. Para quem acredita em Algo Maior, tudo isso é compartilhado de alguma forma, psiquicamente, talvez, através deste Algo Maior. Não estamos falando de rede social, que compartilhamos com algumas dezenas ou centenas de milhares de pessoas. Mas de centenas de Milhões de habitantes na Terra! Segundo pesquisas atuais, nossa população mundial está chegando à algo próximo de 8 BILHÕES de almas! Já, nos próximos anos. Imagine! Muitos destes seres humanos que nem sequer conhecemos, estão de alguma forma conectados à Nós. Você não sente? Tudo Bem. Mas este é assunto para os próximos posts. Acredite! Esta é nossa Atual Realidade.